EM BUSCA DA FELICIDADE

Imagem retirada de: Frases do bem

Como é difícil quem não recebeu suficiente amor na infância, aceitar amor na fase adulta. Como é difícil para alguém que não se sentiu cuidado, quando criança, aceitar ser cuidado, depois, ou conseguir cuidar de alguém. É difícil, mas é possível.

E a felicidade, não é uma impossibilidade. É realizável. É um presente e um hábito. Presente de Deus, do Motor imóvel que move os motores móveis Estamos todos em movimento, e esse movimento não deve se distanciar do Motor Primeiro. Só isso já nos ajuda a refletir sobre qual a nossa aspiração.

Há uma centelha divina que mora dentro de cada homem, de cada mulher. Lembrarmo-nos de sua existência e cuidarmos, para que ela nos oriente, ajudam-nos a dar significado a nossa vida e a sermos vitoriosos. A grande vitória da vida é ser feliz. Só se é feliz quando se é capaz de fazer alguém feliz. É esse o segredo da aspiração. O resto é consequência dessa causa primeira, dessa chama que nos mantém vivos.

Não há dinheiro, não há poder, não há posse alguma que valha mais a pena do que a felicidade. Uma vida rica é uma vida como aquela do meu amigo que resolveu deixar a política para ser ator e me disse: “entre a perversidade e a alegria, fico com a alegria”.

Fonte: Da graduação para o mercado de trabalho: caminhos para o sucesso – 1º Edição. Estácio de Sá. Capítulo 3. Inteligência Alpha: uma reflexão sobre o potencial humano. A partir da página 53 até a página 88. 

#TAGS - VIDA UNIVERSITÁRIA, AMIZADES, VIDA ESPIRITUAL E JUVENTUDE


#VidaUniversitária

Há muitas diferenças entre estar no colégio e na faculdade, em uma universidade então, as coisas se distinguem mais ainda. É um universo novo, novos planos, novas amizades e novas descobertas. Achamos que somos ainda mais donos do nosso próprio nariz e queremos viver tudo que se há para viver e aproveitar ao máximo enquanto podemos afinal o tempo passa rápido demais e logo em seguida seremos adultos cheio de deveres e obrigações.

Porém como a bíblia nos diz, podemos fazer todas as coisas, mas nem todas são convenientes, temos que saber separar o que é bom e o que é ruim, não necessariamente precisamos nos privar de tudo, em minha opinião podemos sim participar das confraternizações e da festa de formatura (afinal formatura de graduação é uma coisa inesquecível e que para a maioria das pessoas só acontece uma única vez na vida), mas claro, até o momento que nós convém.


#Amizades

No mundo universitário existem várias pessoas todas muito diferentes umas das outras, algumas mais quietas, outras mais revolucionárias, a diversidade é imensa e devemos respeitar. Entretanto, devemos nós lembrar que a bíblia nos adverte dizendo que a luz e as trevas não devem se misturar, sendo assim devemos escolher bem com quem iremos andar e pra onde isso irá nos levar. Isso não quer dizer que não devemos conversar com todos ou desprezar alguém que anda em desacordo com a palavra de Deus, afinal não foi isso que o Senhor nos mandou, mas devemos tomar cuidado para não sermos influenciados por aqueles que não conseguem entender o mundo espiritual e que não servem ao mesmo Senhor que servimos.


#VidaEspiritual

A faculdade não faz ninguém desviar, os jovens que desviam após ir para faculdade são porque já não tinham uma estrutura e o coração já estava cheio do mundo e vazio de Deus. Na universidade existem grupos cristãos, eles se reúnem nos campus trabalham em células e em grupos de estudo com o ABU - Aliança Bíblica Universitária. Além disso, todas as cidades possuem várias igrejas e quem é firmado em Deus precisa saber caminhar sozinho em busca do Senhor e lógico Deus não irá deixar ninguém se sentir sozinho e irá preparar uma igreja pra você congregar e amigos lá para te ajudar.


#Juventude

Ser jovem é muito bom, temos força e vigor. Podemos andar, correr, pular, fazer atividades físicas, sair, ficar acordado até tarde e acordar cedo no dia seguinte sem muitos problemas e assim segue a vida. Mas devemos lembrar que a palavra do Senhor nos diz para aproveitarmos a nossa juventude e fazermos a obra d’Ele, o que é bom aos olhos do Senhor, afinal a juventude passa e nada irá adiantar quando chegarmos à velhice. Na bíblia também diz que se queremos ter os dias prolongados devemos honrar os nossos pais e hoje infelizmente muitos jovens morrem cedo, pois não seguem tal mandamento, desobedecem se envolvem com drogas, bebidas e o mundo do crime, são completamente inconsequentes e se dão mal por não ouvir a ninguém.

Faça a diferença! Seja luz aonde for!

DIFERENÇA ENTRE DESEJO, ESCOLHA E ASPIRAÇÃO

Fonte: Dentro da cabeça

Desejos
Os desejos são os sentimentos mais primitivos. A busca pelo prazer é recheada de desejos. Não há mal algum em ter desejos. O problema é ser escravo do desejo. É a infelicidade que vem logo após a execução do desejo.

Escolhas
As escolhas são superiores ao desejo porque passam pelo crivo da razão. Não se trata de um impulso para saciar um desejo. Trata-se de uma compreensão de que há sempre, todos os dias, todos os momentos, necessidades de escolha. Mas a vida é permeada pelas escolhas.

Para que o homem se sinta livre é essencial que as escolhas sejam suas, que seja ele o responsável pelos acertos e pelos erros das escolhas; Não raro, o que parece ser escolha e apenas desejo. Não se escolhe comer a barra gigante de chocolate, deseja-se. A escolha não é impulsiva, é racional.


Aspiração
É superior as escolhas porque é capaz de organizá-las. A aspiração é o elemento fundante da inteligência alpha. É o que dá sentido a vida. É o que faz com que se assuma o comando da própria história.

Uma vida sem aspiração é uma vida desperdiçada. É um barco que vai oceando adentro sem direção. É um caminhante que caminha sem ter para onde ir. A aspiração faz com que as escolhas ordenem os desejos. A vida não pode se resumir a uma busca incessante e insana pelo prazer. O prazer não é proibido, mas já algo superior ao prazer, porque é mais consistente, mais duradouro: a felicidade. A maior aspiração de um ser humano deve ser, simplesmente, a busca pela felicidade.

A aspiração não é para uma fase. É para a vida toda. Tiramos disso os desejos materiais. Carro, iate, apartamento, casa, dinheiro. Tudo isso é desejo. Não há mal nenhum em querer esses bens, mas estamos na esfera dos desejos. 

Fonte: Da graduação para o mercado de trabalho: caminhos para o sucesso – 1º Edição. Estácio de Sá. Capítulo 3. Inteligência Alpha: uma reflexão sobre o potencial humano. A partir da página 53 até a página 88. 

FORA DO TEMPO

Imagem retirada de: Blog do Amilton Menezes 

Não apresse o que não é para ser apressado.

A ansiedade e a vontade de desejos realizados faz parte do ser humano. Queremos resultados rápidos, somos, muitas vezes, desesperadamente apressados.

Isso pode ser, de fato, muito prejudicial para nós.

Na questão de antecipar fases da vida, podemos pular etapas que possuem um valor significativo e que precisavam ser vivido.

Por exemplo, uma adolescente de 13 anos que fica grávida. Ela poderia viver essa fase tão bonita (de ser mãe, cuidar de um filho) no momento certo, onde ela tivesse maturidade emocional, físico, etc., para ela mesma e para educar seu filho. Além disso, ela poderia terminar os estudos, trabalhar, fazer uma faculdade, etc. e depois de adquirir estabilidade psicológica e financeira, se tornar mãe. Mas o desejo de namorar, de experimentar o prazer do sexo, assim saciando seus impulsos, desejos e instintos, ela decide não esperar, apressando algo que deveria ser muito melhor se fosse no momento certo. Ela pula etapas da adolescência, da juventude, onde ela poderia brincar, estudar, se divertir (de forma responsável) com amigos e família. Ademais, além dos resultados emocionais, ela pode ou não enfrentar a gravidez, o preconceito, etc..

Outro exemplo, quando um garoto de 12 anos começa a utilizar drogas. Enquanto ele poderia estar brincando de jogar bola, sair com os amigos (de forma responsável), investir nos estudos, etc., ele passa a depender, a viver em torno das drogas “pulando” a fase da adolescência e juventude que deveriam ser ao máximo aproveitadas para uma história completa e realizada.

Observam-se tantas fases (de crianças, adolescentes, jovens) roubadas! E isso é muito triste, pois estes, não possuem uma história completa, onde momentos importantes que fazem parte da vida são apagados por responsabilidades, por acontecimentos precoces.

É um assunto muito delicado, pois envolve uma série de questões que devem ser levados em conta, seja a cultura, seja o ambiente vivido, as condições financeiras, os acessos a informações, a presença familiar, etc.. É por isso que nunca devemos julgar ninguém, pois sempre há uma história atrás de um fato. Além disso, cada ser humano é único, então, não somos obrigados a concordar ou aceitar, mas o respeito é essencial.

Não estou aqui para julgar ninguém. A questão toda é que nós podemos escolher o que vamos fazer, o que vamos ser mesmo em meio às circunstancias mais difíceis. Ou seja, precisamos nos conscientizar que há uma grande responsabilidade da nossa parte em escolher caminhos que nos façam bem e ao próximo.

O objetivo desse texto é fazer com nós possamos refletir sobre as escolhas que temos feito. Será que não estamos pulando etapas da nossa vida? Será que vamos nos arrepender de alguma escolha? Vale à pena apressar algum evento para saciar de impulso momentâneo?

Que possamos refletir e buscar sabedora para não nos sentirmos mal emocionalmente, psicologicamente e, até mesmo fisicamente, etc..

Obs.: Que fique claro que o texto se refere às escolhas, ou seja, onde cabe ao indivíduo optar por aquilo que lhe parece melhor. O texto não se refere aos acontecimentos que envolvem outra pessoa que interrompem essa fase. Por exemplo, um estuprador que engravida uma mocinha, isso é um outro assunto, pois a moça não teve escolha, foi um acontecimento. Assim como traficantes obrigam mocinhos a entrar para o mundo das drogas.

Para uma pessoa que tem condições e consciência, é imprescindível que se reflita sobre isso a fim de não se prejudicar a curto ou em longo prazo.

Não perca a sua infância com bebidas, com cigarro, com namoros doentios e prejudicais. Curta os mínimos detalhes que acontecem na vida. Aprenda á valorizar cada dia como se fosse único. Ame quem está próximo, ouça o conselho daqueles que querem o seu bem e possuem experiências. Não queira perder etapas da sua vida, aproveite, aprenda, amadureça em cada um deles e seja feliz, tenha boas, engraçadas e experiências para contar para sua família.

Utilize o seu tempo para fazer atividades produtivas, proveitosas e que gerem resultados positivos. Faça uma atividade física, aprenda algum instrumento, ame sua família, aproveite seus amigos, estude muito, sonhe, planeje, ame as pessoas, não permita que maus sentimentos dominem seu coração, tenha foco, tenha metas, tenha fé. Busque sabedoria, conselhos; fique por dentro do conhecimento e viva cada etapa da sua vida da forma como deve ser vivida.

Se você é criança, brinque muito, faça arte (saudável), colora, sorria. Se você é adolescente, estude, sonhe, planeje o futuro, busque conhecimento, corra atrás de uma faculdade, pense no seu futuro emprego, aproveite seus amigos, aproveite os momentos, sorria das dificuldades da adolescência, seja forte, seja corajoso, não deixe nada de ruim (seja sentimentos, pensamentos) entrar em seu coração, brinque, fale com seus amigos, converse com seus pais, saia para fazer alguma atividade física, faça o que você gosta (ex.: aprender a tocar algum instrumento). Se você é um jovem, invista no seu futuro, estude para ser destaque, seja um excelente profissional, seja amigável, aproveite cada instante do seu tempo para o bem.

Para concluir: “Tudo tem um tempo determinado, há um tempo para todo propósito debaixo do céu.” (Eclesiastes 3.1)

A Palavra de Deus é muito sábia, simplesmente perfeita e esse versículo é bastante conhecido e um grande conselho para nós. Que possamos aproveitar cada tempo da forma apropriada.

Lembre-se: Não apresse o que não deve ser apressado.

Com carinho;

NÃO MORDA A MAÇÃ E NÃO SOLTE A ONÇA NO DIA DOS NAMORADOS


Olá leitores, amigos e irmãos. Paz seja convosco!

Aposto que vocês acharam super estranho esse título, né?
Acredito que muitos não conseguiram interpretar e abriram o post somente por curiosidade, pois bem, vou explicar: Não morda a maçã faz referência a não cair em tentação e não soltar a onça está relacionado a fazer um programa no dia dos namorados que custe menos que R$50,00. Entenderam?

Então o post de hoje são dicas básicas de programas para fazer no dia 12 de junho e que estão longe do perigo de morder a maçã (principalmente pra quem já havia dado umas mordidinhas) e que cabem no bolso, afinal na atual situação em que nós (brasileiros) estamos, devemos economizar ao máximo hahaha!

 1 - Curtir um cineminha

 Ir ao cinema é um programa bem agradável, cinema é um ótimo local de convívio social e cultural. E se você e seu love não vão ao cinema com muita frequência é um ótimo momento para aproveitarem pra pegar um cineminha juntos e se vocês vão frequentemente, é sinal que vocês amam cinema, que ótimo! Vão adorar assistir as sessões fofinhas do dia dos namorados juntinhos comendo pipoca. Além disso, os ingressos custam entre R$7,00 á R$25,00 inteira, mas não se esqueçam estudantes com os devidos comprovantes pagam meia-entrada!  (Referência de preços de JF)

2 - Comer uma pizza bem gostosa!

Ok que vocês podem ir comer uma pizza em qualquer outro dia do ano, mas é um programinha literalmente gostoso, né? Além disso, é super livre de riscos e tem pizzarias para todos os gostos, das mais tradicionais as mais sofisticadas. Vocês podem ir naquela que vocês tanto amam ou podem conhecer outra que vocês já estavam querendo ir a algum tempo. Os preços super variam, mas aqui em JF tem rodízios bons a R$19,00 por pessoa e pizza tamanho família em média R$40,00.

3- Fazer um piquenique

Pode ser clichê, mas é o que mais combina com a data, é bem fofo e romântico, nada perigoso e o melhor de tudo, o mais barato. Vocês vão precisar de um parque ou qualquer outro lugar público tranquilo e bonito, um lençol ou coisa do tipo para colocarem sob o gramado e uma cesta cheia de guloseimas *_* e claro, não podem esquecer  de fazer a típica sessão de fotos fofinhas.

Além disso, vocês podem ir ao teatro, almoçarem juntos, ir ao shopping, passear em algum local bacana da cidade ou em alguma cidade vizinha, sendo sempre tementes a Deus e economizando, claro!

Então é isso pessoal, espero que tenham gostado das dicas que são super simples, mas são válidas principalmente pra quem é marinheiro de primeira viagem.

Que Deus abençoe vocês!

DEPENDÊNCIA EMOCIONAL

Imagem retirada de: Olhar 43

A questão da dependência emocional é muito importante para uma vida emocionalmente saudável.

Você se sente dependente de algo ou alguém? Você depende de alguma coisa para ser feliz? Você se sente bem consigo mesmo? Com suas escolhas? Como você se vê? Como você se enxerga? O que sente que precisa mudar em si?

São perguntas que nos ajudam a olhar para nós e refletir sobre quem somos, como estamos, o que desejamos e se somos plenamente felizes, independente das circunstâncias ou das pessoas.

A dependência emocional é quando você precisa de algo (um emprego, dinheiro, casa, carro, tecnologia) e/ou de alguém (pai, mãe, amigos, irmãos, parentes, marido, esposa, namorado, namorada) para ser feliz.

Eu sei que é difícil aceitar o que eu vou dizer, mas todos nós precisamos ser felizes não pelos bons acontecimentos, mas por nós mesmos. Aquilo que adquirimos não é para sempre e, as pessoas, por mais que nos faça bem são seres humanos e, por isso, também falham e podem nos decepcionar.

Ou seja, quanto mais expectativas você depositar em algo, maior será a sua decepção. Não que isso seja uma regra, mas devemos ser realistas e aceitar as limitações do próximo. Precisamos entender que a felicidade não é um objeto ou uma pessoa, a felicidade é como reagimos diante das infelicidades, assim como a paz.

Sim, pode existir paz em meio às guerras, pois a paz é algo que se tem internamente, que se escolhe que se determina e não uma circunstancia.

Podemos sim e ficamos abatidos diante das dificuldades que possuímos no decorrer do dia a dia, porém não devemos SER tristes, ou seja, passamos por momentos de tristeza, mas não somos tristes.

Às vezes, por falta de algo, por transferência sentimental, por baixa autoestima, sentimo-nos dependentes de alguém para nos dar “base” para viver, mas, como já disse, precisamos descobrir a felicidade que existe em nós. A felicidade não é e nem está em algo, à felicidade é você quem determina.

Eu sei o que é ser dependente emocionalmente de alguém, de precisar ouvir a voz dessa pessoa, de ouvir a opinião dela, etc., por isso, sei que quem tem dependência emocional a algo sofre muito.

Não só a dependência emocional, mas para realizar alguma atividade, para trabalhar, como por exemplo, as moças podem auxiliar a mãe nas tarefas domésticas e os meninos podem auxiliar os pais nas atividades que exigem força, etc..

Precisamos aprender a ser equilibrados, ciente que precisamos das pessoas, mas não que vivemos somente com a presença delas. É preciso buscar sabedoria para compreender a profundidade a essência do que pretendo transmitir-lhes. É preciso equilíbrio para não exagerar e sofrer.

Não deposite/confie toda a sua vida em algo. Seja por si mesmo feliz. Não espere estar tudo bem, da forma como você deseja, para ficar plenamente satisfeito.

Não deixe que as dificuldades tirem a sua paz. Não deixe que seus medos te impeçam de prosseguir. Não deixe que sua autoestima te impeça de ser feliz. Não deixe que o seu excesso de amor pelo outro seja maior do que o seu amor por si mesmo.

A Bíblia nos ensina a amar o próximo como a nós mesmos e não a amar o próximo mais do que a nós mesmos. Ou seja, precisamos valorizar/ amar o próximo, mas primeiramente amar a nós mesmos. Quanto a praticar boas obras, devemos preocupar com os outros, desejar o bem estar delas, isso é fruto de uma vida saudável, pois não se pode ajudar verdadeiramente alguém se você precisa de ajuda.

Valorize-se, pois você é importante, você é especial, você é único, você é capaz, você tem defeitos como todos os seres humanos, mas você também tem muitas qualidades. Seja feliz! Escolha ser feliz! Não espere nada do outro ou de algo para encontrar à essência da vida, mas que acima de tudo, você seja feliz por escolha, porque você escolheu isso.

Faça a sua vida valer a pena, corra atrás daquilo que te faz bem, aproveite cada instante para amadurecer, para plantar e colher. Não deixe que as barreiras que você cria te impossibilite de chegar onde você sonhou, saiba que barreiras podem ser difíceis de serem rompidas/ quebradas, mas não são impossíveis, basta uma atitude, uma decisão sua.

A questão é: o que você verdadeiramente deseja?

Se a resposta for uma vida feliz, uma estrutura emocional saudável, sua força de vontade será maior para conquistar isso. Mas se você deseja ficar na mesma, infeliz, insatisfeito, angustiado, então não tome nenhuma atitude!  

E quanto a amar a Deus sobre todas as coisas, isso é algo extremamente essencial para se chegar a essa felicidade plena. Somente de Deus podemos e devemos ser totalmente/ completamente dependentes, pois só Ele é digno de toda a nossa confiança, de todo o nosso amor, pois Ele é perfeito, Ele nos entende, nos compreende profundamente, no mais íntimo detalhe. Dele vem tudo aquilo que necessitamos. O amor dele supre todas as rejeições.

Espero que possamos refletir sobre isso e principalmente, tomar atitudes de uma pessoa independente de circunstancias ou pessoas para viver uma vida completa.

Com carinho;