CRIE RAÍZES PROFUNDAS


E agora, assim como vocês confiaram em Cristo como Salvador, confiem n’Ele também para os problemas de cada dia; vivam em união vital com Ele. Deixem que as raízes de vocês se aprofundem n’Ele e extraiam d’Ele a nutrição. Cuidem de continuar a crescer no Senhor, e tornem-se fortes e vigorosos na verdade. Col. 2:6 e 7 (A Bíblia Viva).

Uma árvore absorve água e nutrição através de suas raízes. Por meio de inumeráveis apófises e filamentos, cada ramificação do sistema de raízes aumenta a superfície absorvente. Essas minúsculas raízes são cobertas por uma espécie de "pele" especialmente designada pelo Criador para absorver os elementos vitais dissolvidos na água, assim como um mata-borrão absorve a tinta.

Algumas árvores não apenas tiram do solo a umidade e nutrientes para seu crescimento, mas também os guardam para uso futuro. Uma árvore, na ilha de Madagáscar, desenvolve protuberâncias parecidas com uma salsicha para servirem de reservatórios, retendo água para a árvore durante a estação seca.

Embora não passe de um arbusto, a tamargueira envia sua raiz principal a uma profundidade de 30 metros! Por outro lado, um cacto gigante pode enviar sua raiz principal a apenas um metro, mas suplementa-a com um sistema de raízes que se espalham horizontalmente até uns 27 metros em todas as direções. Ambos os sistemas procuram umidade e nutrientes. Calcula-se que um único tufo da grama de Kentucky lance em sua fase de desenvolvimento mais de 80.000 pequenas raízes, às quais se ligam um milhão de pêlos radiculares.

É só mediante seu sistema radicular que uma planta pode absorver os elementos essenciais necessários para a vida e o crescimento. O mesmo ocorre na vida cristã. Recebemos vida espiritual de Cristo quando nascemos de novo. Isso é justificação. Mas não paramos aí. Crescemos em Cristo. Isso é santificação. Esse processo resulta em uma transformação do caráter que continua enquanto durar a vida.
O crescimento na vida espiritual não é algo que realizemos por nós mesmos. É obtido mediante o viver de Cristo em nós (ver S. João 15:4-7). Cristo efetua em nós o querer e o realizar, segundo Sua boa vontade.

Esperando Orientação do Alto

A Ti, que habitas nos Céus, elevo os meus olhos! Como os olhos dos servos estão fitos nas mãos dos seus senhores, e os olhos da serva, na mão de sua senhora, assim os nossos olhos estão fitos no Senhor, nosso Deus.  Sl. 123:1 e 2.

Muitos anos atrás, no Sul dos Estados Unidos, uma senhora nascida na cidade e sua prima do campo viajavam numa charrete no meio de densa floresta, quando anoiteceu. Não havia luar; só algumas estrelas. Em pouco tempo, ficou impossível enxergar a estrada. A moradora da cidade ficou um pouco assustada pensando que estavam perdidas, mas sua prima do interior não parecia nem um pouco preocupada. Ela parou o cavalo, pisou no chão, caminhou um pouquinho ali por perto e voltou, dizendo que havia encontrado a estrada. De volta à charrete, continuaram a jornada.

Enquanto prosseguiam, a moradora da cidade observou, pela fraca luz das estrelas, que sua companheira, em vez de olhar para o chão, olhava para cima. - Por que você está olhando para cima, sendo que a estrada está aqui embaixo?

- Porque só assim posso saber para onde vai o caminho - explicou a prima. - As árvores foram cortadas para dar lugar à estrada. Numa noite como esta, é impossível ver o caminho, mas olhando para cima eu posso saber para onde vamos ao enxergar o céu pela clareira das árvores.

Assim acontece também na estrada da vida. Enquanto prosseguimos, há ocasiões em que as provas e perplexidades nos cercam, tornando a escuridão tão densa e impenetrável como a de uma floresta em noite sem luar. É nessas ocasiões que muitos se perdem, mas isso não precisa acontecer!

Quando ao nosso redor tudo é sombrio e ameaçador, não nos esqueçamos de que lá em cima existe luz. Consolemo-nos com o fato de que para Deus "as trevas e a luz são a mesma coisa". Sal. 139:12. Ele vê quando nós não conseguimos enxergar nada. Mesmo quando brilha o sol e tudo parece claro e iluminado, é sempre sensato olhar para o Céu, de onde Deus governa, pois nenhuma estrada é segura se não for Ele o nosso guia.

Você Está Seguro nas Mãos de Deus

Quanto a mim confio em Ti, Senhor. Eu disse: Tu és o meu Deus. Nas Tuas mãos estão os meus dias. Sal. 31:14 e 15. 
No Museu Metropolitano de Arte, na cidade de Nova Iorque, está uma das famosas obras-primas do escultor francês Auguste Rodin. Ao nos aproximarmos dela, parece apenas um grande bloco bruto de mármore branco. Mas ao chegarmos bem perto, parece emergir da pedra uma grande, bela e bem cinzelada mão. Tem-se a impressão de que aquela mão brota de dentro do mármore - uma impressão característica que Rodin gostava de dar a algumas de suas obras.

Se nos aproximarmos ainda mais, veremos que a mão está segurando duas figuras humanas, os corpos ainda em formação de um homem e de uma mulher. Se examinarmos com atenção, veremos na base da obra uma inscrição que diz: "A Mão de Deus." Quando vi essas palavras, elas me fizeram recordar o texto do Antigo Testamento que diz: "Olhai para a rocha de que fostes cortados, e para a caverna do poço de que fostes cavados." Isa. 51:1.

No Salmo 74:11, Asafe dirige-se a Deus com a queixa: "Por que retrais a Tua mão, sim, a Tua destra?" - como se até àquele momento Deus o tivesse protegido, mas agora, por alguma inexplicável razão, tenha "puxado o tapete" sob seus pés. É como se Asafe, quase irreverentemente, estivesse dizendo: "Vamos, Senhor. Não me deixe passar por isso. Faça alguma coisa!"

Todos nós, provavelmente, já nos sentimos assim em alguma ocasião. A urgência do momento parece exigir que Deus faça algo no mesmo instante. Precisamos lembrar-nos de olhar para aquilo que é eterno, além do temporal (ver II Cor. 4:18), sem esquecer que nada nos pode separar do amor de Deus (ver Rom. 8:39).

Todo ser humano deve a sua existência e felicidade a um amorável Criador, um fiel Pai celeste que segura a todos na palma de Sua mão. Quando as provações e dificuldades nos oprimem, temos a tendência de perder de vista esse fato. Assim como no caso da "Mão de Deus" de Rodin, não podemos discernir claramente a Sua presença, a certa distância, apesar de que Ele "não está longe de cada um de nós". Atos 17:27.

UM TESTEMINHO INCRÍVEL


A paz do Senhor Jesus Cristo!  Aqui começa um pequeno relato da minha história. Meu nome é Antônio Marcos Novais. Nasci em 13 de junho de 1972 na cidade de São João do Ivaí. Hoje sou pastor , tenho 35 anos, mas, considero como se estivesse com 15 anos. Quero dizer que nasci com paralisia cerebral e, por decorrência deste problema, fiquei totalmente paralítico, e toda a medicina informava para meus pais que eu iria ficar aleijado e sem poder falar.  Só para os irmãos terem uma noção da minha vida - pois até aos 15 anos de idade eu tinha a língua enrolada, os braços e  as mãos sem governabilidades, e minha perna esquerda era maior do que a direita mais ou menos 05 (cinco) centímetros – e, vou muito mais além, o meu cérebro não funcionava até aos 12 anos de idade, pois era como o de uma criança de uma semana ou de um mês. Toda a medicina apostava que eu não iria andar - muito menos falar - e, nem ter uma vida normal como as das outras crianças. Meus pais, que não eram evangélicos -  para piorar minha situação – não acreditavam em um milagre de Deus para minha vida. Um dia quando o meu avô – que não era cristão e não sabia o que era milagre -  chegou em casa e me viu arrastando com a barriga pelo chão, começou a chorar e disse para minha mãe: “hoje, vou à cidade e vou mandar fazer uma cadeira de rodas e um par de muletas para o meu neto”!  Neste momento, quando todos começaram a chorar,  foi que minha avó Lázara - cega de nascença dos dois olhos e hoje, já dorme no Senhor -  que conhecia a Jesus Cristo,  foi para o seu quarto  e começou a orar por mim e - segundo relato de minha mãe - a única oração a qual ela fazia era:    “ Jesus! Cura o meu neto! Jesus! Quero ouvir meu neto falar!” e,  depois de alguns meses, comecei a andar e a segurar nas cadeiras,  começando a ficar de pé.  Tudo isso, graças ao meu bom Deus, que merece toda a honra e toda a glória! Quando eu tinha de 15 para 16 anos de idade, minha mãe resolveu me matricular em uma escola pública. Neste período, ela começou a sofrer pressão da  sociedade local para que eu não fosse matriculado (queriam fazer um abaixo-assinado e até processar minha mãe),  pois, segundo eles argumentavam,  como uma criança toda anormal, que tinha pescoço e braços moles, sem nenhum raciocínio, iria freqüentar uma escola junto com seus filhos “normais”?  Mas, mesmo assim, ela me colocou na escola, e juntamente comigo, também foram meus quatro irmãos para começarmos numa mesma classe. Na verdade, até aquele presente momento, eu não tinha noção de nada e nem sabia que estava existindo. Colocaram-me numa sala de aula com, mais ou menos, 45 alunos e, antes do término da aula, vi quando uma grande luz chegou até a mim e me envolveu e, de dentro daquela luz saiu uma voz que dizia: “ filho meu, estou hoje fazendo de ti um grande homem. Estou te dando memória. Estou  te dando equilíbrio e,  estou  te trazendo da inexistência para a existência” - aquela voz era nada mais, nada menos,  do que  a voz do meu Deus - e me disse novamente: “ abre  os teus olhos e olhe para a frente” e, - quando olhei -  vi somente uma mulher virada para o quadro negro e  escrevendo sobre ele, e naquela hora, quando olhei para o quadro -  tudo o que ali estava escrito - eu já sabia ler e escrever, e isto tudo,  naquela primeira manhã. Não querendo prolongar esse texto, mas, depois de dez anos, estava entrando em uma Universidade, depois de disputar uma vaga com mais de 4000 candidatos e Deus me deu a bênção de passar em nono lugar! Hoje, pela glória de Deus, sou  Técnico em Contabilidade e Técnico em Informática, e tudo o que sou, devo a misericórdia do meu Deus! e estou cursando o curso de Direito. Sou, também, Evangelista  e Missionário da Igreja Evangélica Assembléia de Deus - Ministério Missões - da Cidade de Arapongas, no Paraná, e estamos pregando e louvando e testemunhando em todo o Brasil, dessas mui ricas bênçãos que o grande Deus tem feito em nosso viver! A medicina se assustou em me ver andando e falando, pois, segundo eles, o meu caso é o numero 1 em todo o mundo! Hoje sou casado, com  Renata Aparecida Novais e tenho dois lindos filhos -  João Marcos Novais  de 8 anos e, Paulo Nathan Novais de 5 anos . Ninguém imaginava que, um dia, alguma moça se interessaria por mim, devido às minhas condições físicas. Várias psicólogas me orientavam a não casar, porque - segundo elas – caso eu viesse a ter filhos, todos poderiam nascer com o mesmo problema de paralisia cerebral com o que eu nasci. Mas,  o meu Deus, fez tudo ao contrário do prognóstico dado por elas, pois, deu-me uma linda mulher, e os meus dois filhos nasceram todos perfeitos,  para a honra e a glória do nome Jesus! Hoje, vivo viajando pelo Brasil e o mundo, pregando e louvando ao meu Deus para fortalecimento da fé de muitos! Quero deixar um versículo para a meditação dos amados irmãos:  Salmo 46. 1. Jesus Cristo os  abençoe!

Fonte: Pr. Antonio Marcos

SEM SANTIDADE NINGUÉM VERÁ O SENHOR

Sem santidade ninguém verá o senhor. Hebreus 12.14b


Você saberia dizer o que significa santo? O mundo entende como “santo” alguns personagens históricos, que estiveram ou não pessoalmente com Cristo e que foram canais para que um milagre ou sinal acontecesse. Isso é um privilégio para poucas pessoas; nessa cisão, nem todos podem ser santos.

A santidade é um processo que dura a vida toda, uma luta constante contra o pecado. Todos os dias precisamos vencer desafios e obstáculos, precisamos dizer “NÃO” á vontade da carne. Jesus e regenerado pelo Espírito Santo, as tentações continuarão aparecendo em sua vida. O inimigo trará, a todo custo, fazer com que o salvo recue e retorne a uma vida vazia, sem Deus, pecaminosa
   
A única maneira de manter-se em comunhão com o Senhor e no centro da Sua vontade é perseguir a santificação. Deus não tem comunhão com o pecado. Ele abomina a iniquidade. Por isso devemos ficar longe da mentira, da falsidade, da ira, da maledicência, da inveja, do ódio, da lascívia, da prostituição...

Todas essas coisas constituem as obras da carne. A natureza humana tem a tendência de desejar o mal, por isso devemos lutar contra esses desejos que não agradam a Deus.

--- Exemplos simples de como a tendência ao pecado está em nós!

Quando um homem natural, ou seja, que não entende as coisas de Deus, sofre por causa de males que outros lhe causaram, sua primeira inclinação é vingar-se das pessoas que o machucaram. E, se ele consegue sair da situação de humilhação, logo pensa: “Agora fulano vai ver só!”. Mas aqueles que buscam a vontade de Deus fazem com José, que perdoou os seus irmãos e não lhe retribuiu o mal que lhe fizeram. Todas às vezes renunciaram aquilo que a nossa carne está exigindo e optamos por obedecer a Deus, subimos um degrau da santificação!

 --- Já dissemos o que significa ser santo. Agora, precisamos dizer o que isso não significa :
   
 Isolamento - Muitos pensam que ser santo é ser um eremita. Eremita é a pessoa que vive isolada da sociedade, nas montanhas, longe de tudo e de todos. Confundem santidade com confinamento, clausura, horas de meditação... Algumas pessoas acham que não podem falar com pessoas descrentes. Nem chegam perto delas, para não se contaminar. A questão é: como essas pessoas ouvirão de Jesus se você não as cumprimentar, não dar um sorriso ou falar com elas? Deus quer que você seja um santo não um “santarrão!” (Romanos 14.7)

 Lembre-se que todos nós estamos num mesmo parentar para Deus. A Bíblia diz que TODOS pecaram e foram destruídos da gloria de Deus. Ninguém pode se achar santo, mais puro, com mais unção, o melhor de todos... Santidade não é isso” Ser santo é justamente reconhecer que é um pecador e que precisa da graça de Deus para manter-se de pé (2 Co 10.17,18).

  Perfeição absoluta- Todos nós temos defeitos e continuaremos assim até a morte ou até que Cristo venha nos levar para o céu. Enquanto você estiver neste corpo será imperfeito. Ser santo não significa errar nunca, mas sim viver em retidão diante de Deus, em obediência a Sua palavra. Mas é uma busca constante da perfeição, de uma vida que agrada ao Senhor (Lc 1.6)

 Vida de aparência- A santidade começa no interior da pessoa. Logicamente, ela se refletirá no seu exterior. Uma moça que se diz santa, separada por Deus não vai se vestir de maneira provocante. Um rapaz separado por Deus não vai andar todo sujo, maltrapilho. Mas muita gente acha que santidade é medida, pelo cabelo, pela roupa, pelas “glorias” e “aleluias” ou pela pregação “fogo puro”... Acontece que existem crentes que utilizam essas coisas para esconder o seu pecado. Vivem da maneira errada, mas estão com cara de crentes, roupa de crente... Ser santo é viver em sinceridade diante de Deus! (2 Co 13.5)

 --- Veja agora alguns motivos para você, a partir de hoje, começar a buscar ou intensificar a sua busca pela santidade.
  
A sua santificação foi possibilitada por Jesus, lá na cruz do Calvário. E o preço derramado por nós (1 Pe 1.18,19). Obedecer é simplesmente fazer o que lhe mandam. Deus mandou você obedece! É impossível viver em santidade sem exercer o amor para com os irmãos e o próximo.

Conclusão: Mas, ser santo significa ser separado do pecado. Logo, todos nós que servimos a Jesus podemos ser considerados santos do Senhor. Aliás, ser santo é um mandamento. Deus disse: “Sede santos, como Eu sou Santo!”


JESUS LIBERTA DO MUNDO DAS DROGAS

A fé foi reconhecida por médicos, cientistas e psicólogos como uma das formas de tirar uma pessoa do mundo das drogas.


“As religiões, em geral, ensinam o perdão, o amparo de Deus e a absolvição por meio do caminho do bem, fornecendo maneiras de pensar o mundo que atendem algumas necessidades dos jovens que buscam a libertação da dependência química”, explica Julio Peres, psicólogo clínico e doutor em neurociência e comportamento pela Universidade de São Paulo (USP). Os jovens dependentes quase sempre perdem por algum tempo a estabilidade constituída para conduzir o dia a dia. Para o psicólogo, isso pode favorecer o enfraquecimento da motivação para viver, o isolamento e a depressão, além dos efeitos deletérios da dependência à saúde. A busca de um novo significado e propósito para vida pode favorecer a superação da dependência química. Assim, as crenças e práticas espirituais ou religiosas podem atender à necessidade desses jovens de buscar um sentido mais amplo e uma melhor qualidade para a vida. “Crenças e práticas religiosas podem reduzir a sensação de perda do controle e de desamparo, fornecer uma estrutura cognitiva capaz de diminuir o sofrimento e, ainda, fortalecer o indivíduo para reconstrução de sua vida”, apontas pares. Somente Jesus pode trazer a verdadeira cura e libertação, só Jesus pode salvar. Aceite-o como Senhor e salvador, Ele vai te ajudar. JESUS LIBERTA

DEUS CONTA COM VOCÊ TAMBÉM

Disse-lhe: Eu sou o Deus Todo-Poderoso; Anda em minha presença e sê perfeito. (Gênesis 17.1)

Um dia ao ter um encontro com o Senhor, Abrão recebeu um convite pra ser diferente. Ele poderia ter dito '' sinto muito, Senhor. Tenho quase cem anos, sempre fui um homem cheio de defeitos, por que eu mudaria agora?''. No entanto, apesar de sua idade avançada, ele aceitou o chamado e provou que nunca é tarde para se abrir o coração pra Deus. É bastante comum as pessoas repetirem a frase ''ninguém é perfeito''. Essa é a desculpa de muitos para sua falta de compromisso com Deus e uma vida reta, ética, pautada, nos princípios divinos. Entretanto, a santificação é possível para todos que estiverem dispostos a andar na presença do Pai. O Espírito Santo trabalha em nosso caráter quando verdadeiramente nós entregamos aos cuidados de Deus. 

Deus conta com você também.

DICAS DE COMO AGRADAR A DEUS

Sofrer pelas almas perdidas, orar, jejuar dobrar os joelhos em prol de almas sem salvação. (Lucas 15.4)

Parar e refletir sobre o modo de andar, falar, vestir, expressar. (II Re 4.9)

Respeitar as pessoas, ser humilde para com os meus irmãos, com todos. Tratar os outros superiores a si mesmo. Como diz a palavra “Nada façais por contenda ou por vanglória, mas por humildade; cada um considere os outros superiores a si mesmo. (Filipenses 2.3)”

Humilhe se na presença de Deus, quebrante-se.

Dedique-se estude a palavra de Deus que é viva e eficaz. “Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração. (Hebreus 4.12)”.

VOLTE PARA JESUS



Uma das mais belas parábolas que Jesus contou, ao meu ver, é a parábola do filho pródigo. Esta parábola expressa, de maneira profunda, a dimensão do perdão, da graça e misericórdia de Deus Pai, para com o filho que volta pra casa.

Esta história fala do filho que pede sua herança e abandona seu pai e seu irmão e vai para uma terra distante gastar dissolutamente tudo o que possui em coisas fúteis até cair em total miséria. O significado da palavra "pródigo" é exatamente isso, "aquele que gasta imprudentemente ou esbanja, desperdiça". Se você ler esta história, no livro de Lucas capítulo 15, dos versos 11 a 32, você verá o desfecho desta história emocionante. O filho que se arrende e volta ao lar, o pai que recebe com alegria e faz festa pela volta do filho, mas, o que quero atentar hoje nesta história é a atitude do irmão, em decorrência da volta do filho pródigo. Qual irmão não gostaria de ver seu irmão dado como morto voltar para casa são e salvo? Mas não foi esta a reação do irmão. 

A parábola diz que ao ver toda aquela festa ele se "indignou"! Pode uma coisa tão triste como essa acontecer? É triste ver a reação deste irmão, questionando o amor do pai pelo filho que regressou, comparando-se a ele e se auto-promovendo. Mas aqui vejo atitudes que infelizmente são repetidas por muitos até hoje, muitos estão fazendo o papel do irmão do filho pródigo, veja como:
  • Ele sentiu ciúmes e indignação ao ver aquela festa para o irmão;
  • Ele não quis participar da festa;
  • Ele comparou-se a seu irmão mostrando suas qualidades e os defeitos do outro.
Sabe, nossas igrejas estão cheias de pessoas assim, que não se alegram por aqueles que voltam para o Senhor depois de caírem, de errarem. Ficam indignados quando vêem estas pessoas sendo abençoadas por Deus, sendo restituídas daquilo que perderam, sendo amadas pelo Pai das misericórdias. Começam a fazer longas orações, citando a Deus seus méritos e atributos e requerendo castigo aqueles que caíram. É triste imaginar que isso possa acontecer, mas acontece! Assim como na parábola o Pai diz: "Filho, tu sempre estás comigo, e todas as minhas coisas são tuas.", é como se o Pai dissesse, você pode ter as mesmas coisas, é só pedir! Não precisamos sentir ciúmes nem indignação pelo irmão arrependido, precisamos amá-lo e ter a mesma misericórdia que Deus tem por nós pecadores e fazer festa, assim como os anjos fazem no céu, por um pecador que se arrepende. Afinal de contas, quem somos nós para acharmos que merecemos mais que o nosso próximo. Deus ama a todos sem acepção, e Deus conhece a intenção dos corações!
Jesus te espera de braços abertos!

Quão distante eu pude chegar tão cansado e ferido estou Que saudades de ouvir tua voz Que vontade de te abraçar Estou voltando pros teus braços Senhor! Decidido estou em retornar A distância não vai me impedir Correrei as montanhas e os vales Como a corça em busca das águas Minha sede é maior que o mar. Correndo pros teus braços, pra nunca mais me afastar. Estou arrependido, e disposto a me humilhar. Prefiro tua presença Mas que todos os bens Que Tu possas Me dar.

Jesus te Ama